“E lhes fez a seguinte advertência: A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara” (Lc 10:2, ARA).1

A Divisão do Pacífico Sul-Asiática (SSD) abrange 1,1 bilhão de pessoas ou 13,8% da população mundial. Com os membros atuais da igreja em torno de 1,6 milhão, a proporção é, portanto, de cerca de 1 adventista para cada de 680 pessoas. Mais da metade da população da (SSD) é muçulmana e vive em Bangladesh, Brunei, Indonésia, Malásia e Paquistão. Cerca de um terço da população é budista e vive no Camboja, Laos, Mianmar, Sri Lanka, Tailândia e Vietnã. O restante da população vive nas Filipinas e Timor Leste, dois países principalmente católicos, e em Cingapura, considerado um país secular.2 Portanto, o território da SSD é um enorme campo de evangelização com grande potencial de colheita, mas com poucos trabalhadores.

De acordo com a Divisão de População das Nações Unidas,3 a idade média da população no território da SSD é de menos de 30 anos (isso significa que metade das pessoas é mais jovem que a média, e metade é mais velha).4 Portanto, existem centenas de milhões de crianças e jovens nesse território que precisam de educação de qualidade. Isso nos oferece uma grande oportunidade de estabelecer escolas de igreja para alcançar os jovens.

No final de 2019, o sistema educacional adventista na SSD operava 728 escolas fundamentais, 213 escolas de ensino médio e 18 faculdades e universidades, num total de 959 unidades ou 11,2% das instituições educacionais adventistas em todo o mundo.

As escolas como campos evangelísticos

O número total de alunos que estudam em escolas adventistas na SSD é de 130.318 alunos. Há um aumento de 26% do total de matrículas do quinquênio anterior (2010-2015). No entanto, o grande desafio é que a maioria deles (73.906 alunos ou 56,7%) é proveniente de famílias não adventistas. A forte ênfase no desenvolvimento do caráter torna as escolas de nossa igreja atraentes para pais não adventistas. As necessidades espirituais desses estudantes não adventistas que vêm voluntariamente a nossas escolas não podem ser subestimadas. Como resultado, eles são o foco de um ministério especial nos campi de nossas escolas em todos os níveis.

Além disso, várias escolas adventistas da SSD ainda empregam professores não adventistas porque em alguns países é difícil encontrar professores adventistas para campos de estudo específicos. Dos 8.477 professores em instituições adventistas do sétimo dia, 7.407 ou 87,4% são adventistas e 1.070 ou 12,6% são de outras origens religiosas. Assim, nos campi das escolas adventistas há muitos professores e alunos que precisam ser levados a Jesus. Lidar adequadamente com esse grande desafio oferece uma grande oportunidade. Certamente há um grande campo a ser evangelizado nas escolas adventistas.

Vários programas e atividades são organizados pelas escolas da SSD para nutrir as necessidades espirituais dos alunos e professores. Entre eles estão cultos matinais, leitura da Bíblia, programas de oração às 7h da manhã, convocações para as capelas, semanas de oração, acampamento bíblico, grupos Educare (grupos de apoio aos colegas) e muitos outros. Essas atividades espirituais são bem planejadas e, quando implementadas, podem funcionar como estratégias evangelísticas de longo prazo para alcançar alunos e professores adventistas e não adventistas. Como resultado, as instituições educacionais estão entre os colaboradores mais significativos para ganhar almas na SSD. Os membros da igreja convertidos por meio de instituições educacionais geralmente compreendem melhor as doutrinas básicas da igreja, bem como suas práticas e valores. Os ricos programas e atividades espirituais nas escolas adventistas também beneficiam professores não adventistas. Não é raro esses professores serem batizados devido a esses programas espirituais ricos. 

As escolas têm grandes trabalhadores em potencial

Jesus comissionou Seus discípulos: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16:15, ARA), e o mesmo mandamento se aplica aos discípulos que vivem nos tempos modernos. “A todos, grandes ou pequenos, doutos ou ignorantes, velhos ou jovens, é dada a ordem.”5 Estes, é claro, incluem professores e alunos nas escolas adventistas.

Juntos, educadores adventistas e todos os alunos das escolas adventistas podem formar uma força-tarefa muito poderosa de trabalhadores na vinha de Deus. Em resposta ao programa da igreja mundial “Total Member Involvement (TMI)” (Envolvimento Total dos Membros), o Departamento de Educação da SSD visa envolver todos os alunos e professores no contato com as pessoas através de uma variedade de maneiras e métodos.

Em 2019, a SSD desenvolveu e lançou o Voice of Youth (Voz da Juventude), um programa especial projetado para incentivar todas as escolas adventistas envolvidas em capacitar os alunos a realizar várias atividades de divulgação. O programa fornece financiamento para evangelismo liderado por leigos. Como resultado, o Departamento de Educação da SSD consegue fornecer US$5.000 a todas as faculdades ou universidades e US$2.000 a todas as escolas de ensino médio com propostas de extensão aprovadas. Os alunos são os principais criadores e atores dessas atividades espirituais, planejando e implementando vários programas; e os professores servem como treinadores. O financiamento foi oferecido mais uma vez em 2020, e o programa continua sendo uma poderosa força de divulgação em muitos países da SSD.

Escolas no Discipulado (Schools in Discipleship - SID)

As escolas adventistas são estabelecidas para ajudar a apoiar a missão da igreja, que inclui atrair as pessoas para se tornarem discípulos de Jesus Cristo, proclamar o evangelho eterno mencionado nas mensagens angélicas (Ap 14: 6-12) e preparar o mundo para o breve retorno de Cristo. Isso também significa formar excelentes acadêmicos e preparar alunos para servirem de testemunhas de Cristo em todas as áreas da vida nos setores público ou privado.

Em colaboração com os Ministérios da Criança e da Família, o Departamento de Educação organizou, com sucesso, programas de treinamento de Escolas em Discipulado (SID) na Indonésia em 2017 e 2018 e, nas Filipinas, em 2019. Foi dada prioridade a esses dois países, considerando que 661 das 954 instituições de ensino da SSD, ou 69%, estão localizadas nas Filipinas e na Indonésia. Os objetivos do programa de treinamento do SID são: (1) fortalecer os programas e atividades espirituais das escolas adventistas; (2) ajudar administradores de escola, professores, pais, alunos, capelães e pastores a aprofundar sua própria jornada espiritual; (3) capacitar professores para discipular alunos; (4) fortalecer a parceria entre as três agências educacionais – lar, escola e igreja; e (5) preparar o coração de todos os participantes para o programa Integrated Evangelism Lifestyle - IEL (Estilo de Vida de Evangelismo Integrado), projetado pela SSD. O principal objetivo desse programa é incentivar cada aluno da escola adventista a se tornar um discípulo de Jesus Cristo. Um programa de treinamento semelhante está programado para ocorrer em Mianmar e Bangladesh em 2020.

Desenvolvimento docente

A qualidade de qualquer instituição educacional é amplamente determinada pela excelência de seu corpo docente. A SSD auxilia as escolas no desenvolvimento de seu corpo docente de várias maneiras, como na organização de seminários e oficinas e no fornecimento de bolsas de estudos de graduação e pós-graduação.

Vários seminários regionais e em toda a Divisão foram realizados durante este quinquênio. Considerando que a maioria dos livros de ciências produzidos por editoras não cristãs apresenta a evolução como um fato real, foi determinado que a necessidade mais urgente seria ajudar os professores adventistas a lidar com esse assunto. Sob a coordenação do Geoscience Research Institute - GRI (Instituto de Pesquisa em Geociências), a SSD organizou o seminário “Celebração da Criação”, em Bali, na Indonésia, em 2017. Vários cientistas e pesquisadores seniores da GRI foram convidados a compartilhar sua compreensão da natureza e sua relação com a revelação bíblica do Deus Criador. Além disso, em maio de 2019, a SSD organizou a Conferência de Fé e Ciência no Naga View Adventist College, norte das Filipinas.

Em colaboração com várias Uniões, foram organizadas convenções de professores para lembrar e instruir todos os professores sobre a filosofia peculiar da educação adventista e dar-lhes a oportunidade de aprender teorias e práticas pedagógicas inovadoras. Os professores participam desse programa como parte de seu desenvolvimento profissional, um importante fator colaborador para melhorar o aprendizado dos alunos.

Conclusão

Há muitas maneiras pelas quais as escolas adventistas podem contribuir para o sucesso da igreja em alcançar o mundo. Embora a realização de campanhas evangelísticas diretas em muitos países dominados pelo Islã e pelas ideologias budistas seja restrita, as pessoas de comunidades vizinhas podem ser alcançadas através da educação adventista.

Atualmente, alguns países da SSD têm apenas algumas escolas adventistas ou nenhuma. O Departamento de Educação da SSD continua se esforçando para aumentar o número de escolas para implementar completamente Atos 1:8: “e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra.”6

Estratégias eficazes devem ser desenvolvidas para alcançar alunos e professores, após o que, juntos, eles podem alcançar pessoas de comunidades vizinhas. Alguns alunos podem até optar por se tornar missionários e servir em diferentes partes do mundo.

A SSD está comprometida com essa missão, e as escolas adventistas neste território continuarão a colaborar com a igreja na preparação do mundo para a breve volta de Jesus.

Lawrence L. Domingo

Lawrence L. Domingo, EdD, é diretor de Educação da Divisão do Pacífico Sul-Asiática dos Adventistas do Sétimo Dia em Silang, Cavite, Filipinas.

Canadian Z. Panjaitan

Canadian Z. Panjaitan, PhD, é diretor associado de Educação da Divisão do Pacífico Sul-Asiática.

Citação recomendada:

Lawrence L. Domingo e Canadian Z. Panjaitan, “Colheita abundante, poucos trabalhadores: envolvendo escolas adventistas para preencher a lacuna,” Revista Educação Adventista 82:2 (abril a junho de 2020). Disponível em: https://jae.adventist.org/pt/2021.83.4.13.

NOTAS E REFERÊNCIAS

  1. Salvo indicação em contrário, todos os versículos da Bíblia neste relatório são citados da Versão Almeida Revista e Atualizada®. Copyright © Todos os direitos reservados.
  2. Office of Archives, Statistics, and Research, “Southern Asia-Pacific Division,” (2020). Disponível em: http://www.adventistdirectory.org/ViewAdmField.aspx?AdmFieldID=SSD; Official Website for the Southern Asia Pacific Division of Seventh-day Adventists (2020). Disponível em: http://adventist.asia/.
  3. United Nation Population Division. Disponível em: https://www.un.org/en/sections/where-we-work/asia-and-pacific/index.html.
  4. Worldometer (2020). Disponível em: https://www.worldometers.info/world-population/south-eastern-asia-population/.
  5. Ellen G. White, Educação (Tatuí, São Paulo.: CPB, 2003), p. 264.
  6. Atos 1:8. Nova Versão Internacional (NIV). Bíblia Sagrada. Nova Versão Internacional®. Copyright© Todos os direitos reservados.